Perigo na escola municipal


Impressionante o tratamento que a Transalvador tem dispensado para a periferia. Escolas de bairros "ditos nobres" além de contarem com sinalização vertical e horizontal (placas, faixas e redutores de velocidade), muitas vezes ainda têm agentes para orientar o tráfego de veículos. Na Ladeira de São Cristovão, periferia, o perigo existe para os estudantes . Veja o vídeo gravado pelo líder comunitário Paulinho Muzenza. Curta, comente e compartilhe.

Quem sou eu?

Guilherme Santos, repórter, radialista e comunicador baiano que atua a serviço da população há mais de 30 anos

Matérias anteriores